terça-feira, 17 de março de 2020




Quando eu gerenciava regionais numa grande ONG há alguns anos atrás eu já pregava esta máxima:


- enquanto a dor do outro não for também a sua dor, não teremos uma equipe, um time verdadeiro.

Numa empresa todos devem trabalhar por um objetivo comum, por propósito claro.

Se há divisões, se falta empatia, se não entendem que ali existe um organismo vivo com sistemas interdependentes, muito provavelmente os resultados não serão alcançados.

O mesmo vale para nós, seja enquanto pessoas, famílias, comunidades, países ou organizações.

Se eu me vanglorio, se fico alegre com o problema do outro, se não me compadeço com o que o outro (seja pessoa, empresa, país) está passando eu tristemente além de estar perdendo minha humanidade poderei ser afetado em maior ou menor grau pelas consequências e desdobramentos do “caos alheio”.

O mundo é globalizado, conectado e a verdade é que somos todos um.

Mais uma lição que estamos aprendendo desta vez às custas do coronavírus.

Entenda, de uma vez por todas. Tudo o que você faz um dia volta para você, de verdade. O mundo é abundante. Mas estamos no mesmo barco. E é melhor que ele não afunde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...